Filmes disponíveis na Netflix que mostram como viver em uma ditadura é uma bosta


Aparentemente tem muita gente esquecendo as aulas de história no país atualmente, pois essa é a única justificativa para alguém defender a ideia de que a ditadura é algo bom. Nós entendemos que para algumas pessoas ler possa ser difícil, então separamos filmes disponíveis na Netflix que mostram como a vida em uma ditadura é escrota.

1984

A adaptação cinematográfica do livro 1984 escrito por George Orwell conta a história do cotidiano em um país que vive em um regime totalitário e como os seus cidadãos lidam com isso. Winston, personagem principal do filme, assim como todos os cidadãos daquele país são vigiados o tempo inteiro, além de sofrerem diversas formas de violência para que continuem a não desafiar o sistema. Um destaque especial para o personagem Big Brother, uma espécie de grande líder da nação que ninguém vê, muitos chegam mesmo a sugerir que ele seja apenas arma de propaganda.

 

E-Team

Este documentário produzido pela Netflix conta a história do  Human Rights Watch, pesquisadores treinados para entrarem em regiões de conflito normalmente fechadas para estrangeiros. No filme é relatado os horrores cometidos pelos ditadores Bashar al-Assad e Muamar Gaddafi.

Um destaque para a cena em que o governo manda jatos darem rasantes sobre pessoas desarmadas fazendo os prédios próximos tremerem como bambu e deixando as pessoas apavoradas.

 

 

Mad Dog: Inside the Secret World of Muammar Gaddafi

Ta aí um filme que ilustra bem o que acontece quando um maluco assume o poder de forma totalitária. Nesse documentário é contado como Muammar Gaddafi , ditador da Líbia morto em 2011 usava do seu poder para cometer atrocidades dignas de um assassino em série de seriado.

 

De acordo com o filme “Mad Dog: Inside the Secret World of Muammar Gaddafi”, O homem guardava cabeças dos seus opositores em um freezer para verificar “sucessos do passado” e mantinha um quarto na Universidade de Trippoli onde estudantes eram obrigadas a manter relações sexuais com ele.

Sobre Cicero Sena (174 artigos)
Jornalista, criador de conteúdo e estranhamente humano (eu acho).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: